0

Clube Curitiba Oeste implanta Projeto Linha de Leitura em 21 escolas municipais de Pinhais

Durante o mês de setembro, o Rotary Club de Curitiba Oeste concluiu a implantação do Projeto Linha de Leitura em 21 escolas municipais de Pinhais. A iniciativa tem o objetivo de desenvolver o hábito de leitura e da capacidade de compreensão e interpretação de textos com alunos do Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano.

Já nas primeiras semanas, a motivação dos alunos para a leitura foi muito grande. É muito frequente a cobrança diária por parte dos alunos, para que se dê início às leituras”

– Depoimento da professora Gilda*, participante do projeto

Como funciona o projeto?

O método do Projeto Linha de Leitura tem como base a leitura em voz alta, reforçando os aspectos fonético, visual e auditivo dos textos lidos. A autora da metodologia utilizada pelo projeto foi a professora Lilia Maria Pontoni Wachowicz, que participa junto com o clube de Curitiba Oeste na implantação da iniciativa.

De acordo com o clube, a metodologia consiste em levar o aluno a conhecer e executar nove níveis de leitura, que ocorrem em ordem progressiva de complexidade gramatical e de vocabulário.

Primeiro, os alunos precisam passar por um teste de leitura individual. A partir do resultado, o clube leva em consideração a proximidade do nível e empatia entre os alunos, criando duplas denominadas “pares ou duplas de leitura”. A dupla lê o mesmo texto ou livro, o que torna necessário dois exemplares de cada texto ou título selecionado.

Os “pares de leitura” não precisam necessariamente ser os mesmos durante todo o ano letivo. Isso depende do desenvolvimento de cada um durante o processo.

“Em apenas alguns meses após a implantação do projeto, já foi possível observar maior desenvoltura dos alunos na leitura em voz alta, em todas as disciplinas.”

– Depoimento da professora Amanda*, participante do projeto.

Leitura

A leitura deve ser diária e estruturada, 15 a 20 minutos diários consecutivos. Os “pares de leitura” sentam lado a lado e lêem o mesmo título. Cada criança lê o seu exemplar do livro em voz alta. A leitura é intercalada, de modo que um lê para o outro: uma frase, no caso dos alunos que se encontram nos níveis 1 ao 5; um parágrafo, no caso dos alunos que se encontram no nível 6 e 7; e uma página, no caso dos alunos mais adiantados, que se encontram no nível 8 em diante.

Enquanto um aluno lê, o outro deve seguir a leitura com os olhos. Caso tenha algum erro, o “par” alerta batendo com a mão levemente na mesa, provocando um som ou outro sinal combinado para que a palavra seja relida corretamente.

Cada aluno recebe um marcador que contém a lista dos títulos e textos a serem lidos em cada nível e destaca aqueles que acabou de ler. Os livros de leitura separados por níveis são marcados com fita adesiva da mesma cor que a cesta colorida onde se encontram. A classificação foi criada para facilitar o reconhecimento do material procurado pelo aluno.

No caso da dupla terminar a leitura de todos os textos e títulos da etapa em que se encontra, deve ler livros extras até que sejam novamente testados para definir o próximo nível de leitura.

“Já no primeiro mês do projeto observamos uma melhora significativa no rendimento escolar e no domínio da leitura da maioria dos alunos, mas principalmente, dos mais atrasados.”

– Depoimento da professora Julia*, participante do projeto.

Implantação

Criado pelo Rotary Club de Curitiba Oeste, o Projeto Piloto do Linha de Leitura foi implantado inicialmente em 2014, na Escola Municipal Felipe Zeni, em Pinhais. Com 223 alunos matriculados, a escola era considerada como a escola com pior desempenho educacional na cidade pela Secretaria Municipal de Educação.

O IDEB, utilizado como indicador nacional para monitoramento da qualidade da educação, era de 4.6. Após dois anos da implantação do projeto, o IDEB da escola Felipe Zeni aumentou para 6,2.

Em 2016, a iniciativa foi implantada em mais 10 escolas municipais, com um total de 1.641 alunos matriculados. Na média, o IDEB dessas escolas cresceu 1,4 pontos em um período de 2 anos.

Devido a esses resultados, o município de Pinhais decidiu implantar neste ano o projeto em todas as 21 escolas municipais. Ao todo, o Linha de Leitura conta agora com um total de 3.532 alunos participantes.

Cada parceiro do projeto tem suas funções definidas: o município de Pinhais cuida da disponibilização das escolas e das professoras e da aquisição de livros; o Rotary Club de Curitiba Oeste é responsável pelo fomento do projeto e pela aquisição do material necessário – como os carrinhos de leitura e a reprodução de textos; e a professora Lilia Maria Pontoni Wachowicz faz o repasse da metodologia e treinamento das professoras;

 

*Os depoimentos das professoras foram feitos de forma anônima para preservar a privacidade das crianças participantes do projeto, portanto os nomes utilizados na matéria são fictícios

 

Confira!

Veja fotos do projeto Linha de Leitura, promovido pelo Rotary Club de Curitiba Oeste.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Laís Adriana de Almeida

Laís Adriana de Almeida

Estagiária de Comunicação do Distrito 4730; Estudante de Jornalismo da UFPR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *